escritorafátimacoelhosoar.net
Poesias,Contos Românticos e Sonetos."A alma de uma contista".
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Romance família
Teve um dia que eu comecei conversar com meu pai e enquanto eu observava ele trabalhar eu ia costurando as palavras que ele falava Os dias eram longos e eu sentia vontade de comer quase todo instante.Mas meu pai dizia se você fizer algo você esquece e acaba enchendo a barriga da vontade.
Pai será que um dia eu vou morar sozinha? Você que sabe. Se você crescer você pode morar só numa casa.
Morar sozinho? eu vou poder comprar um carro?
Há. Isso vai depender muito de você.Se você ganhar dinheiro, poderá até comprar um navio. Hããã...Um Navio?
Mas pai, Como? Com dinheiro.Mas só ganha dinheiro se estudar muito.
Eu começava estudarem voz alta.
Meu pai olhava para mim e ria.
Mas é bobinha meu Deus.Maria de Fátima você tem muito que aprender,mas só vai saber o que estou falando quando você crescer.
Não pode se iludir.
O que é iludir papai.Pesquise no dicionario.E eu folheava rapido as folhas do mini dicionario e via a resposta.
Escrevia o significado e mais alguns exemplos que ele citava.
Mas ele falava muitos exemplos que eu não podia esquecer de fazer.Nunca faltar na escola.Porque eu precisava crescer,fazer uma faculdade, para conhecer o sul,visitar a Europa ou até Paris,ver a neve cair e chorar de tanto ri.
Mas antes de tudo eu não podia falar que estava realizada.nem mesmo quando eu plantasse uma arvore,comprasse uma bicicleta e escrevesse um livro.
O dia ficava muito divertido quando nas tardes ele me convidava para olhar o por do sol,alaranjado com os raios azuis cobrindo a serra da marizeira.
Meu pai sempre me perguntava que eu estava lembrando o que eu fiz no dia anterior falava que era para não esquecer o que eu fazia no outro dia e agradecer sempre, para não esquecer dos sonhos guardados. Para não ter medo de recomeçar, e não ter medo do novo,se adaptar.)cont)











escritorafatimacoelhosoar
Enviado por escritorafatimacoelhosoar em 06/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários